O DOBEN


Uma das mais conhecidas e cantadas canções pelo povo de Timor-Leste, Iván Quirino quis fazer uma homenagem ao país onde reside há 16 anos.

BIOGRAFIA DE IVÁN QUIRINO

 Iván Quirino é um artista Brasileiro/Mexicano que tem explorado diferentes campos do mundo da arte (Pintura, música e poesia) com uma forte influência Asiática e Latino-americana. Ele deu os primeiros passos no mundo da arte em 1975, quando ele tinha 12 anos de idade. Na Escola Primária ele venceu uma concurso de desenho promovido por Kodak Studios, em Natal, Brasil. Com 17 anos, como estudante no Ateliê de Artes da Escola Secundária (Antiga ETFRN), ele participou de sua primeira Exposição Coletiva com cinco paisagens em Óleo sobre Tela , recebendo reconhecimento do público e da crítica. No entanto, a vida levou-o por diferentes caminhos e ele parou de pintar por 35 anos até 4 anos atrás quando ele foi viver em Kathmandu, no Nepal. O ambiente, as cores, as tradições, a religiosidade do povo, a arte presente na alma do povo Nepalês e a mística que envolve o Valle de Kathmandu trouxe de volta a inspiração adormecida. Também, a relação pessoal do artista com México e suas tradições deu-lhe mais uma fonte de inspiração. Ele recebeu influências da arte Mexicana em suas diferentes formas de expressão ( música, pintura, poesia e gastronomia). Iván foi fortemente influenciado por ambos países para produzir sua arte. México e Nepal tornaram-se para ele as principais fontes de inspiração. Em Março de 2014 ele participou em uma exposição Coletiva de Arte em Nepal, promovida pela Image Art Gallery, em Patan, para celebrar o Dia Internacional das Mulheres com um pintura em Oleo sobre tela: "Frida Kahlo - Pies p' qué los quiero si tengo alas para volar. " ( Frida Kahlo: Pés, para que os quero se eu tenho asas para voar? . Em Dezembro de 2016, ele apresentou no Museu de Patan, em Nepal, sua Exposição Individual com o título “Cielito Lindo” en honra aos ícones Mexicanos que "já estão no paraíso". Em Timor-Leste, Iván quirino continua a produzir novas pinturas inspiradas pelo por do sol visto desde a Baía de Dili, o dia- dia da cidade, seu povo, tradições e costumes. Aqui o artísta pintou seu mais recente trabalho: um Painel em Óleos sobre madeira, com o Título: "Morte e renovação." O painel retrata a tragédia do terremoto e a renovação da vida pela natureza, cujas borboletas representam e as almas dos que morreram voando em direção do céu... Na moldura do painel pintado pelo artista encontram-se símbolos astecas e Maias do período do México pré-hispânico. Na música, o Primeiro CD, “Caminhos do Sol”, foi gravado no Río de Janeiro, no Studio da Companhia da Música em 1998. O lançamento foi no Hotel Porto do Mar, em Natal. No Ano 2000, em homenagem aos 500 anos do descobrimento do Brasil apresentou-se no Teatro Alberto Maranhão com o Show Brasil 500 anos. Em 2010, apresentou-se no Auditório da Fundação Oriente, em Timor-Leste, com um show “Uma Mão de Ajuda para o Haiti”, onde dividiu o palco com a Cantora Francesa-Haitiana, Cae Eteridust, cantando canções em Espanhol, Português, Inglês, Francês e em Tétum (Idioma de Timor-Leste). O dinheiro arrecadado com o show foi doado a ONG Médicos Sem Fronteiras para aquisição de Leite para as crianças afetadas pelo Terremoto. Em 2016, como convidado, participou do Show Mix Brasil em homenagem aos 70 anos da canção Asa Branca, de Luis Gonzaga. No momento, Iván Quirino, gravou um novo CD para ser lançado em Abril de 2019. O título do CD é “ENCANTOS com 5 músicas famosas em Espanhol, Português e Tétum, com versões em Português feitas por ele de músicas Mexicanas, (História de un amor e Se no puede Quererme) música Indonésia ( Perto do coração), música Brasileira para versão em español (Sintonia) em Homenagem a Timor-Leste uma canção em Tetum (oh Doben) e músicas compostas por ele tais como: Quando Canto, Eu te Canto Natal, Dunas, Sorrir, Na beira do mar, De onde eu sou, Sou Potiguar e Garoto da Noite. O CD ENCANTOS vem recebendo críticas muito positivas por parte dos meios de comunicações como a Televisão e Rádio, assim como as Redes Sociais: Facebook com a Página do CD Iván Quirino-Encantos e no Instagram @Ivanildoq. O CD pode ser ouvido e adquirido através das Plantaformas Digitais de Música tais como: Spotify, Deezer, SoundCloud, apple music, PalcoMP3, etc.

Nome
Endereço de e-mail
Número de telefone
Assunto
Mensagem

A música sou eu

A música é o meu remédio É o meu encanto, o meu mistério Minha amante, meu caso sério.Minha brisa, meu temporal.

IVÁN E A POESIA

IVÁN QUIRINO E A POESIA

Uma expressão cultural desenvolvida a partir de sentimentos, emoções e vivências em carne própria, a Literatura, particularmente marcou a trajetória de Iván Quirino nos seus 55 anos de vida. A poesia do Porta Potiguar é puramente intuitiva, romântica e advindas, além de tudo, de suas experiências espirituais. A poesia de Iván Quirino expressa uma doçura e musicalidade porque assim é a sua personalidade transferidas por meio de suas rimas e versos.